Dando uma pausa!

Oi gente, tudo bem? Hoje vim fazer um comunicado: o blog vai ficar em pausa por um tempinho. Sabe, eu tenho que tomar vergonha na cara e:

  • Ler os livros que eu ainda não li.
  • Começar a estudar (estou precisando).
  • E me preparar para os trabalhos/provas da escola!

Como vocês são lindos, vão entender, não é? Beijos!

Sky

#FicaADica Shingeki no Kyojin

Ahhhhh!! Esse anime é tão, mas tão incrível que eu só podia começar o post assim. Vamos dar uma olhadinha na sinopse?

Há décadas a humanidade foi quase exterminada pelo súbito aparecimento de seres humanoides gigantes, conhecido como Titãs. Os titãs são criaturas que, aparentemente, possuem pouca inteligência, mas com uma força quase insuperável, no qual o seu principal objetivo é devorar seres humanos, sem nenhum motivo aparente para isso. No entanto, um pequeno grupo de seres humanos sobreviveu no interior de uma cidade protegida por paredes superiores a três vezes a altura dos maiores Titãs registados até à data. Durante 107 anos, a cidade fortificada foi testemunha de ataques sem sucesso dos Titãs. Numa grande cidade localizada na parte periférica da muralha vivia Eren Jeager, com seus pais e sua amiga, Mikasa Ackerman, que estava sobre os cuidados da família. Eren vivia uma vida pacata, porém incomodado com o conformismo das pessoas que haviam aceitado a sua condição de passar a eternidade dentro dos muros, e desistindo de lutar contra os titãs. A paz durou até ao aparecimento de um titã colossal, que superava em alguns metros o tamanho da muralha. Este titã destruiu o portão da cidade onde vivia Eren, que ligava a muralha ao “mundo exterior”. Com isso, uma grande quantidade de titãs menores pôde entrar, ocupando grande parte do território até agora pertencente aos humanos. Durante este evento, Eren e Mikasa presenciam o horror de ver sua mãe ser devorada viva. Após este trauma Eren jurou exterminar os titãs, e entra no exército para cumprir seu objetivo.

Tirada da nossa querida amiga de longa data, a senhorita Wikipédia.

Bom, só dessa sinopse já parece um anime super awesome, não? Pois, acreditem, ele conseguiu SUPERAR as minhas expectativas (que já eram grandes)!

Nosso protagonista é o Eren Jaeger, que desde pequeno sonhava em entrar na tropa de exploração para caçar os titãs. Ele não se contentava em viver no “gado” que os humanos sobreviventes viviam. Para explicar melhor, desde que os titãs apareceram os humanos que restaram ergueram três muralhas – Maria, Rose e Sina (ou Shina, nem lembro) – e vivem dentro delas desde então. Eren mora – com sua família, a irmã adotiva Mikasa e o amigo Armin – na muralha Maria.

Porém, como tudo que é bom dura pouco, depois de cem anos a muralha Maria é invadida e Eren, Mikasa e Armin presenciam esse evento. Um titã com mais de cinquenta metros quebra a muralha e possibilita a entrada de outros titãs. Eren e Mikasa veem a mãe morrer bem na frente de seus olhos (isso não é exatamente um spoiler, acontece no primeiro capítulo e tem na sinopse) e eles são salvos pelo sr. Hannes, um soldado de patrulha que tinha uma dívida, eu acho, com a família do Eren. Ocorre um grande massacre e os sobreviventes vão para a muralha Rose. Depois disso Eren fica muito revolts e agora não tem mais dúvidas de que quer ser soldado e exterminar todos os titãs.

Eu não posso contar mais coisas se não seria realmente spoiler, mas basicamente eles vão treinar para serem soldados (Eren, Mikasa e Armin), cada um por um motivo diferente. E no treinamento se percebe que cada um tem algo que os fazem ser notados. No caso do Eren é sua dedicação e força de vontade acima do normal, Mikasa é uma prodígio em tudo o que faz e Armin é muito inteligente, estratégico e sempre toma as melhores decisões. A história esconde vários segredos e temos muitas revelações durante os episódios que nos deixam de queixo caído.

BADASS MIKASA

Todos os personagens de Shingeki no Kyojin são incríveis, desde os principais até os mais secundários, como o Jean, a Sasha e o cabo Rivaille (é assim que se escrever o nome dele?). Bom, é melhor eu comentar cada um separadamente.

A Mikasa é uma garota que vai morar com o Eren por motivos que seriam spoiler (um spoiler fraco e que não muda nada mas eu prefiro deixar mistério) e ela sente que ele é a única família que restou para ela. Claro, Eren é todo orgulhoso e não gosta do jeito super-protetor da Mikasa, mas mesmo assim ela mesma admitiu que vai para onde o Eren for. Ela também é toda centrada e não deixa as emoções a influenciarem, o que a faz um soldado excelente.

BADASS MIKASA 2

O Armim é um menino muito legal mas que tem um complexo danado de encosto. Ele sempre se sente mais fraco e um empecilho para os seus amigos, o que se prova não ser verdade porque suas decisões já salvaram eles uma vez. Ele é muito inteligente e essa inteligência ajuda em vários momentos da história.

Jean é um cara muito honesto e que entrou para o treinamento com intenção de virar policial e viver bem na capital, e ele deixa isso bem claro o tempo todo. Ele também tem uma quedinha pela Mikasa (mas que nem aparece muito). É um bom líder, copiando o discurso do Marco no anime, pois ele é fraco e por isso consegue ver a melhor maneira de lidar com uma situação, vendo o ponto de vista da maioria dos soldados.

A Annie é uma garota durona que também quer viver em segurança na capital e tem um passado bastante misterioso. E é tudo que eu vou dizer sobre ela por MOTIVOS!

A Sasha é meio que o alívio cômico do anime, desde a primeira vez que a vemos nós rimos kk. Ela é bem divertida mas se pode ver que muitas vezes ela quase sucumbe ao enorme medo pelos titãs.

E por fim, mas nunca menos importante, temos o cabo Rivaille. Depois de acontecimentos que acontecem (nossa, olha essa frase) ele acaba meio que “tomando conta” de Eren. E ele não é o cara mais gentil do mundo, se é que me entendem. Porém mesmo assim é um soldado exemplar e extremamente habilidoso (ele é tipo a Mikasa homem) e seus soldados confiam muito nele. E ele é AWESOME, apenas.

E as meninas de plantão (na verdade, talvez até os meninos) devem estar se perguntando: tem romance?

Bom, essa é uma pergunta complicada porque, na minha opinião, existe um casal. Só que eles não são ainda um casal. E é meio complicado mas eu acho que vamos ter mais deles depois. Vocês devem estar se perguntando quem são.

Para falar a verdade é até meio óbvio:

EREN E MIKASA!!!

Eu super torço para esse casal e acho eles incríveis juntos, mesmo sentindo a falta de cenas mais, não sei, “presentes”? Porque toda vez que eles conversavam eles nem pareciam um futuro casal (porque eu tenho poderes psíquicas e SEI que eles serão um futuro casal), mas ainda sim eles são muito fofos e JKSHJHJLKJHASHHG!!

Na minha opinião a Mikasa gosta bastante do Eren, mas aquele besta parece um Percy da vida (nada contra você, Percy, mas você é muito lerdo) e NÃO PERCEBE! Não posso culpar ele também porque o coitado já tem coisa demais na cabeça e o foco do anime nem é romance, mas ele bem que podia deixar de ser um PALERMA!(Hahaha eu acho essa palavra tão engraçada).

Em um resumo muito resumido (nossa, eu tô que tô hoje) eu posso dizer que o anime em si é: ODKSEKHKJJSDJHAJJHXDJAHJDHLJKAHSLJHDDJKHIWHDIWHJSH

KHCFKSHDFJHKJSHFKHSFKHÇSAJDKHHDIHWIFHIUHFIJHWJHFJEHJFH.

Eu amei e entrou para o meu hall de favoritos e mal posso esperar pela segunda temporada, porque tem que ter, ou não teria um final VAGO daqueles (fiquei com mais perguntas que respostas).

Sky off

Respondendo Tags! Um livro…

Olá! Resolvi começar a responder tags no blog, e essa é a inicial. Eu peguei desse blog, que consequentemente pegou de outro, mas tanto faz.

1 – Um livro que introduziu você na leitura.

Bom, quando eu era pequena eu simplesmente amava ler diários. Sabe, tipo Querido Diário Otário e Diário de uma Garota Nada Popular. Mas ainda sim acho que o livro que realmente me levou para o mundo da literatura foi A Chave para Rondo. Não é um livro muito famoso e é escrito pela Emily Rodda (aquela de Deltora Quest, já devem ter ouvido falar).

Eu gostei bastante dos principais, os primos Leo e Mimi

2 – Um livro que você dá mais um final.

Olha, eu vou dar uma roubada nessa questão. Eu só li o primeiro, mas por causa de spoilers everywhere, eu acabei sabendo o final do terceiro. E eu fiquei chocada com a coragem da autora. Vocês já devem até saber de que livro eu estou falando: divergente. Então é esse o livro que eu daria outro final.

Tia Veronica, você não deixa escapar ninguém, hein?

3 – Um livro que você gostaria de escrever para você.

Eu acho que devo ter uma necessidade de citar esse livro toda hora kkk. Mas sério, eu amo ele e adoraria tê-lo escrito. Até porque adoro steampunk + aventura + guerras (ok, devo ter algum problema para gostar de guerras).

Aranhas berrantes!

4 – Um filme de um livro que você amou e odiou.

Essa aqui é bem óbvia. Percy Jackson é uma ótima série mas os filmes pecaram muito em vários aspectos (que vocês já devem saber bem).

5 – Um livro que você não podia parar de ler.

Eu simplesmente adorei A Seleção. Quando eu peguei o livro para ler eu não conseguia parar. Imagina o meu sofrimento quando fui forçada a sair antes de conseguir terminar de ler? Eu quase morri e não via a hora de voltar para casa.

America, uma das primeiras redheads que li como protagonista

6 – Um livro cuja capa você mais gosta.

Essa foi meio difícil porque eu amo a capa de A Seleção, mas acabei escolhendo O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks, que eu adoro.

Frankie, a garota mais afiada que já conheci

Bom, é isso, espero que tenham gostado. Eu acho bastante legal responder tags então esperem muitas daqui para frente.

Desligando.

Sky

Castelo Animado, uma animação muito fofa (e em estilo anime)!

O castelo doido do Howl

Alguns de vocês já ouviram falar da Diana Wynne Jones? Sim? Não? Bom, ela é a autora do livro que inspirou esse filme. Ela não é muito famosa aqui no Brasil mas já vi várias pessoas elogiando horrores ela (quer dizer, elogiando bastante, a frase ficou meio confusa). Infelizmente, a mesma já faleceu a alguns anos.

Mesmo eu só tendo visto o filme e começado a ler um livro dela agora (os Mundos de Crestomanci) já fico triste.

Bom, o que posso dizer do filme é que: ele é uma graça!

Howl se apresentando

O filme fala de Sophie, uma jovem moça que é enfeitiçada e se transforma em uma velha senhora. Ela decide sair de casa e abandonar a chapelaria aonde trabalhava para procurar um jeito de desfazer o feitiço. Ela consegue encontrar (com a ajuda de um espantalho) o castelo de Howl, um mago bastante conhecido. A partir dai ela começa a trabalhar como empregada – se não me engano – lá e começa a viver aventuras (nossa, essa parte ficou meio vaga e à la Sessão da Tarde).

Imagine só: um dia você acorda, vai se arrumar e vê uma senhora estranha no seu quarto. Só que, na verdade, essa velha estranha é você. Pra falar a verdade, não lembro se foi assim que aconteceu mas…

Calcifer, o demônio mais fofo que já existiu!

Todo o filme se passa assim, eles no castelo mais doido do mundo que anda. Sim, é um castelo que anda. Por que?

É isso que o castelo dirá da sua pergunta boba. Claro, se ele tivesse boca.

Uma das partes mais legais do filme são as interações de Sophie e Howl e fica meio óbvio que vai rolar um romance e tals mas meio que demora para acontecer.

Oh God, isso foi um spoiler

Bom, a vida é assim.

Tem vários personagens além desses, como o Calcifer (da foto), o aprendiz Markl, a madame Suliman e etc.

Também tem um clímax na história no final bem bacana, mas não posso dizer mais detalhes pois:

1) Seria spoiler

2) Minha memória está danificada por excesso de pipoca de chocolate (porque queijo é para os fracos)

Olha a danadinha aqui!

Bom, tudo o que posso dizer agora é: vejam!

Mas, se vocês forem daqueles que preferem ler o livro antes (porque eu vi que tem algumas diferenças na wikipédia) aqui vai a capa:

É da Galera Record, mas vocês já devem ter percebido

Beijos

Sky

Steampunk

Olá pessoas! Antes de tudo devo me desculpar pela minha ausência essa semana. Sabe como é, vida escolar e tudo mais…

Porém eu voltei!

Hoje vim falar de outro gênero, o steampunk!

Cosplay de Steampunk

Como eu já tinha falado antes, na matéria sobre dieselpunk, steampunk é um gênero, literário ou não, sobre a era vitoriana (geralmente) e máquinas movidas a vapor. Se tem uma coisa que você precisa entender sobre esses gêneros é que eles pegam a tecnologia do passado e a mesclam com as do futuro (lembra de Leviatã?). Aqui vai uma definição mais detalhada:

Steampunk é um subgênero da ficção científica, ou ficção especulativa, que ganhou fama no final dos anos 1980 e início dos anos 1990. Trata-se de obras ambientadas no passado, no qual os paradigmas tecnológicos modernos ocorreram mais cedo do que na História real (ou em um universo com características similares), mas foram obtidos por meio da ciência já disponível naquela época – como, por exemplo, computadores de madeira e aviões movidos a vapor. É um estilo normalmente associado ao futurista cyberpunk e, assim como este, tem uma base de fãs semelhante, mas distinta.

Peguei daqui.

 

Finn versão steampunk!

Se vocês quiserem ver uma matéria mais completa sobre steampunk entrem aqui. Se vocês quiserem ver alguns livros de steampunk, aí vai:

 

Eu já li, é muito bom

Já viram o filme?

Como podem ver, diferente do dieselpunk, o steampunk é bastante famoso. Bom, é isso.

Adios.

Sky